O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) abrirá no dia 3 de abril o cadastro biométrico dos eleitores de Castro e Carambeí e solicitou apoio das prefeituras para cessão de 40 estagiários, transporte dos eleitores do interior, tendas para serem instaladas na parte externa do fórum, veículo com motorista, eletricista e servente. O ofício foi entregue durante reunião na manhã desta quinta-feira (16), na Prefeitura de Castro, entre o presidente do TRE, desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, juízes, promotores e os prefeitos Moacyr Elias Fadel Junior, de Castro, e Osmar Blum, de Carambeí.

O cadastramento biométrico já é feito em Castro desde 2016, no entanto, a partir de abril ele será obrigatório e os eleitores que não realizarem a alteração terão o título cancelado. Sem o título de eleitor, o cidadão não pode participar de concursos públicos, retirar passaporte e CPF, entre outros.

Para fazer o cadastro, os eleitores dos dois municípios deverão comparecer ao Fórum Eleitoral de Castro de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas, levando RG, CPF, título de eleitor e comprovante de residência. Também poderá ser feito agendamento pela internet no site do TRE. Serão disponibilizados 12 guichês e a meta é atender 450 eleitores por dia.

Ao todo, 52.715 eleitores de Castro e outros 15.733 de Carambeí deverão ter o cadastro biométrico até o dia 24 de novembro deste ano, prazo final estabelecido pelo TRE.

Campanha

O desembargador Xisto Pereira destaca que é importante fazer campanha para os eleitores, principalmente junto àqueles que têm 16 anos e mais de 70, e que o voto é facultativo. “Essas pessoas têm que ter o título, mesmo sendo desobrigadas de votar”, diz.

O TRE disponibilizará material informativo sobre o cadastramento biométrico que será distribuído nas escolas municipais e estaduais, postos de saúde, igrejas, repartições públicas, além de propaganda para veiculação em rádio e TV.

A juíza eleitoral de Castro, Adriana Paiva, destaca que o exercício do voto é a democracia materializada. “Todo cidadão tem que votar para decidir o destino do país”.

O prefeito Moacyr Fadel Junior destacou a importância para os municípios da biometria. “Esse processo é muito importante e seremos parceiros para alcançar o objetivo de cadastrar todos os nossos eleitores”, finalizou.