O Projeto Agrinho Solo, desenvolvido pelo Senar-PR, foi apresentado na última quinta-feira (10), pela manhã, na Secretaria Municipal de Educação de Castro para representantes da secretaria, do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP), Olegário de Macedo, o Colégio Agrícola, e do Sindicato Rural de Castro.

Com o tema “Manejo e Conservação de Solo”, estudantes do terceiro ano do ensino técnico serão capacitados para replicar os conhecimentos para alunos do ensino fundamental da rede municipal.

A capacitação acontecerá em dois momentos. O primeiro com uma palestra para alunos e professores do ensino técnico, e o segundo com um curso de campo sobre manejo de solos para 20 alunos que serão selecionados para participar do projeto. O trabalho de repasse das informações contará com a ajuda dos professores do ensino técnico para auxiliar os alunos nas atividades práticas nas escolas municipais.

O projeto vai premiar alunos e professores do Colégio Agrícola e da rede municipal em diversas modalidades.


Inovador

O Agrinho Solos surgiu do Programa Integrado de Conservação de Solo e Água do Paraná (Prosolos), um programa estadual inovador, que conta com a participação do Senar-PR e outras instituições, com o objetivo de promover a conservação do solo e da água, servindo de suporte ao produtor rural com ações de treinamento e pesquisa, definindo critérios técnicos de sistemas conservacionistas para redução de perdas de solo e água em solos, manejos, climas e cultivos regionais do Paraná.

Tem como objetivo a profissionalização de técnicos agrícolas e engenheiros (agrônomos, florestais, agrícolas), com cursos de “Manejo de Solo e Água em Propriedades Rurais e Microbacias Hidrográficas”, nas modalidades presencial e a distância, além da conscientização de crianças sobre a importância da sua conservação.

A ideia é atuar, em 2017, dentro dos colégios agrícolas do Paraná das cidades de Castro, Lapa, Ponta Grossa, Umuarama, Cambará e Palotina, capacitando professores e alunos a fim de torná-los multiplicadores da temática dentro das escolas do ensino fundamental I, da rede pública de ensino.

A secretária municipal de Educação de Castro, Rejane de Paula Nocera, destacou que o Agrinho Solos é um excelente projeto. “Os alunos do curso técnico vão receber conhecimento e transmitir às crianças do ensino fundamental, formando uma rede de multiplicadores”, disse.

O professor do CEEP, Paulo Roberto Nocera, agradeceu a secretária por aceitar participar do projeto. “A proposta é muito boa, vamos aderir ao Agrinho Solo e agradeço à secretária Rejane pela parceria”, disse.

 

Música

O Senar-PR vai promover em Castro, oficina de música para crianças de 9 a 12 anos que junto com o músico Hélio Santana vão elaborar os próprios instrumentos musicais e cantar a música do Agrinho que será mostrada em 30 de outubro por ocasião da premiação do projeto.