Com a presença de autoridades locais, regionais e comunidade, a Prefeitura de Castro entregou nesta terça-feira (10), as obras de readequação do Hospital Anna Fiorillo Menarim e a concessão para a Cruz Vermelha, em solenidade que reuniu mais de mil pessoas.

Na oportunidade, o governador Beto Richa assinou autorização para liberação de convênio entre o Estado e a Prefeitura para o repasse de R$ 3,2 milhões para a compra de aparelhos, equipamentos e utensílios médicos que vão possibilitar a reabertura de nove leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do centro cirúrgico da unidade e ampliação dos serviços da clínica cirúrgica e do centro obstétrico do hospital.
A secretária Municipal de Saúde de Castro, Maria Lidia Kravutchke, disse que esse é um grande dia para o município. “Hoje está sendo dando só o primeiro passo, porque a saúde é um desafio constante e estamos sempre numa busca para melhorias. Castro está mostrando que é capaz, para uma cidade do interior, de oferecer à população um hospital de qualidade. Tenho certeza de que a parceria com a Cruz Vermelha será um sucesso. Quero agradecer a todos que colaboraram para este momento. Vamos nos orgulhar da saúde que temos em nosso município”, disse.
O presidente da Cruz Vermelha do Paraná, Jeronimo Antonio Fortunato Junior, destacou o trabalho da Prefeitura. “Estamos muito felizes em ter um hospital em uma cidade histórica. Esta parceria vai permitir que os pacientes que antes eram atendidos em Curitiba, agora sejam atendidos aqui. Não tenham dúvida que em parceria com a Prefeitura faremos um bom trabalho”, ressaltou.
O secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, destacou as políticas públicas do prefeito Moacyr Fadel Junior, que buscou recursos e parcerias para o hospital. “A saúde salva vidas, recupera, promove, previne e reabilita. Nós trouxemos muitos recursos para Castro e esse hospital não será só para a cidade, mas vai atender quatro ou cinco cidades vizinhas. São três vezes mais leitos e três vezes mais custeio do governo do Estado que está transformando o Paraná em todos os aspectos. Parabéns prefeito pela coragem de buscar parceria com a Cruz Vermelha, que tem tradição centenária de fazer o bem”, destacou.
“Este é um dia histórico para Castro que reabre seu hospital. Eu me empenhei para trazer recursos para a saúde. Vocês têm a Maria Lídia que é uma das melhores secretárias de saúde do Brasil porque transforma o mesmo recurso em mais. Parabéns prefeito pelo belo trabalho”, disse o deputado federal Sandro Alex.

Sonho
Para o prefeito Moacyr Fadel Junior, o pleno funcionamento do hospital é um sonho da comunidade que está sendo realizado. Ele destacou que quando deixou o governo passado, o hospital funcionava, tinha UTIs e o melhor atendimento da região. Porém, quatro meses depois o hospital foi fechado para que a Prefeitura fizesse economia. “Uma economia que custou caro aos castrenses. Mas felizmente hoje, nove meses depois, entregamos o hospital com equipamentos e a administração para uma entidade de respeito. Agradeço a Maria Lidia e toda nossa equipe que mostraram que somos capazes de realizar grandes coisas na saúde”, disse.

Parceria
Fadel destacou a parceria com o governo federal e estadual por meio dos deputados, e ainda do secretário Michele. “Com esse convênio de R$ 3,2 milhões para comprar equipamentos, não vamos mais precisar levar nosso povo para Ponta Grossa, Curitiba e Campo Largo. Agradeço ainda ao governador Beto Richa que sempre esteve pronto para nos atender”.
O governador Beto Richa disse que na área da saúde a competência é importante, mas também é preciso ter sensibilidade. “Moacyr não mediu esforços para garantir os R$ 3,2 milhões para o pleno funcionamento do hospital. Moacyr tem uma visão moderna de gestão pública, ama seu povo e apresenta projetos para Castro, me dando condições de investir aqui, correspondendo à confiança do povo de Castro. Saúde é um bem precioso, é vida. Nosso dever é trabalhar para proporcionar uma vida melhor para nosso povo, como o Moacyr faz hoje aqui entregando essas melhorias”, disse.

Helicóptero
Beto Richa ainda anunciou em primeira mão a abertura de edital para a compra de um helicóptero para a saúde, que será utilizado no resgate aéreo nos Campos Gerais.

Investimentos
As obras de readequação do Hospital Anna Fiorillo Menarim incluíram o centro cirúrgico, ala de imagem, Pronto Socorro, quartos e banheiros, paisagismo, jardinagem e pintura interna e externa. O município adquiriu Raio X, ventiladores mecânicos e autoclaves, e está comprando outros equipamentos. Os investimentos somam R$ 5 milhões com recursos federais, municipais e estaduais.
O hospital disponibilizará três centros cirúrgicos, 120 leitos e vai oferecer procedimentos como cirurgias eletivas. A Cruz Vermelha terá prazo de dois anos para instalar nove Unidades de Terapia Intensiva (UTI).