A 30ª edição dos JECA bateu, mais uma vez, recorde de inscrições com aproximadamente 8.500 alunos disputando várias modalidades individuais, coletivas e jogos de mesa.

Entre os números dos jogos, está também o de refeições servidas durante a competição que encerra nesta quarta-feira (15). De acordo com a coordenação, foram aproximadamente 400 refeições por dia que serviram, árbitros, além professores e acompanhantes dos alunos participantes que residem no interior e toda a comissão de organização. "Estamos no comando da cozinha há mais de dez anos. Sempre é uma alegria ver o sorriso das crianças saindo do refeitório satisfeitas. É bastante cansativo e uma responsabilidade imensa, no entanto, é tudo muito válido", comentou o coordenador da cozinha, Márcio Roberto Choma.
Ele fez questão de comentar que a qualidade da alimentação só foi possível graças aos colaboradores dos jogos, a exemplo da empresa Vapza que junto com a Prefeitura, forneceu grande parte dos alimentos. "Não é fácil fazer com que as coisas aconteçam. No entanto, recebemos muitos elogios. Mas, tudo isso só foi possível pela ajuda que tivemos e pela qual somos muito gratos", completou.
Márcio também ressaltou o desempenho de sua equipe. "Meu pessoal soube elaborar muito bem os alimentos. Todos estão de parabéns. É mais um Jeca foi para o nosso currículo, e com sucesso", disse.

O atleta do Colégio Fabiana Pimentel, Amauri Moreira Junior, de 12 anos, contou que comeu no refeitório por vários dias e sempre repetiu o prato. "Todos os dias a comida estava muito boa e sempre tinha pratos diferentes. Eu gostei muito", elogiou.

No total, quatro mil refeições foram servidas durante a competição.