CASTRO

Pelo regime de sesmarias, a Coroa Portuguesa concedia vastas extensões de terra às famílias que pretendessem se fixar nos Campos Gerais, sendo a primeira a ser contemplada em 1704.

Anos mais tarde, por volta de 1730 foi aberto o Caminho das Tropas, onde os tropeiros iam de Viamão - RS à Sorocaba - SP para negociar muares. Com isso nossa região se tornou passagem de inúmeras tropas, que eram obrigadas a pernoitarem aqui quando as águas do rio Iapó transbordavam. Derivou-se então a primeira denominação da localidade: “Pouso do Iapó.

Com a população em expansão, no ano de 1774, o Pouso foi elevado à categoria de Freguesia, chamada “Freguesia de Sant’Ana do Iapó”. Em 1789, já com um extenso povoado tornou-se “Vila Nova de Castro”, e em 21 de janeiro de 1857 finalmente foi elevada a Cidade, com o nome Castro.

A partir de 1885, Castro começou a receber um grande fluxo de imigrantes - poloneses, italianos, eslavos, alemães, holandeses e japoneses -que juntos transformaram nossa cidade em um centro de referência nacional e internacional de produção agrícola e pecuária.

Hoje Castro tem como base de sua economia a atividade agropecuária, consolidando-se como um dos maiores produtores do Estado, é também é uma das principais bacias leiteiras do Paraná e do Brasil em produtividade e qualidade genética.

A cidade está localizada na região dos Campos Gerais e faz parte do 1º e 2º Planaltos Paranaenses, tem aproximadamente 70 mil habitantes e, em extensão, é o 3º maior município do Estado. Possui excelente potencial turístico devido à sua história, desenvolvimento, relevo privilegiado e às belezas próprias da região dos Campos Gerais.

 

Acesse www.castro.tur.br e conheça mais sobre nossa Cidade!!